Para ter uma noção sobre mim e o que me faz escrever

Olá a todos! Este é um post de apresentação, só pra começar o negócio e dizer de onde eu vim, por que estou aqui etc. Talvez você se identifique, afinal, tenho 30 anos e continuo meio perdido no tal do mercado de trabalho, atrás de uma porta que mostre algo que brilhe mais os meus olhos e que me faça sentir no lugar certo.

Meu nome é Fábio Blanco, sou jornalista e adoro escrever. Já tive um blog, no começo da faculdade, mas deixei a iniciativa conforme comecei a trabalhar na área.

Agora, lá se vão 10 anos do meu primeiro ano de Jornalismo, profissão pela qual ainda tenho amor, apesar dos pesares. Não é fácil ser jornalista, eu já ouvia quando comecei a pensar na possibilidade. Adiantou? Não. E não era pra adiantar mesmo.

No que vai dar, a gente nunca sabe. É como em tudo, por mais que a gente queira já ter algum controle sobre os desdobramentos de logo adiante, não possuímos tal garantia. Está aí a pandemia da Covid como o maior exemplo de um dia após o outro, e é assim que de fato as coisas são.

Pensei comigo: vou fazer Jornalismo, que é o que eu quero, e aí vou trabalhando conforme a coisa for acontecendo. Fiquei rico? Claro que não. Virei um Willian Bonner? Vê-se que não, e também nem era minha pretensão. Mas qual era, então?

Pra falar bem a verdade, nem eu sabia ao certo. Já gostava de escrever, amava esportes – especialmente futebol -, música, entre outras afinidades, e logo ao entrar me apaixonei de vez pelo jornalismo e suas facetas. Trabalhei como repórter em jornais, livros, revistas e muito como redator em agências de publicidade. Meu caminho seguiu trilhado pela escrita.

Continuei fazendo o que gostava – mais em algumas vezes, menos em outras. Mas é por aí a vida de um profissional, né? E já que ainda não me encontrei profissionalmente, por que não fazer o que se gosta na sua maior pureza, não é mesmo?

Então, o espaço aqui é para dar vazão ao cotidiano, ao que vejo dele; falar de paixões, sentimentos, que poderão esbarrar com os seus, em algum momento. Se você gosta de ler, escrever também, opinar, fique à vontade, este espaço é para isso mesmo! Se não, se achar que não tem nada a ver, tudo ótimo também, a gente se vê por aí!

A regra aqui é liberdade, o patrão não guarda mágoa.

De qualquer forma, obrigado pelo acesso.

Bora escrever. Abraços a todos.

Publicado por Fábio Blanco

Jornalista, natural de Londrina (PR), que quer explorar o que o encanta no mundo através da escrita. Apaixonado por futebol, música e pelas belezas do cotidiano, em detrimento das suas regras e poderes. Humano, acima de tudo.

2 comentários em “Para ter uma noção sobre mim e o que me faz escrever

  1. Oi Fábio , antes de mais nada deixa eu me apresentar … Meu nome é Rui , tenho 56 anos e também sou natural de Londrina, onde morei apenas por 10 anos e logo saí de lá . Neste curto período , conheci sua mãe e sua tia , a Ana e também seu Nei e a Dona Marisa por conta da natação na Acel . Hoje a Silvia fez um story com o seu blog no Instagram .
    Cara , foi paixão à primeira vista !
    E eu apenas li este texto de introdução ao seu blog, o da Bossa Nova e o da Ilha do Mel , já foi suficiente para dar match !
    Apesar de ter idade para ser seu pai , inclusive Lucas, meu mais velho tem mais ou menos a sua idade , eu me identifico muito com você . Temos a mesma paixão pela escrita, a Bossa Nova ( essas canções que você citou eu toco no violão ) , o seu olhar pelo cotidiano e sentimentos das pessoas .
    Eu invejo a sua coragem em perseguir um caminho menos óbvio … Eu aos 17 anos tive este mesmo chamado , mas me acovardei e segui o caminho convencional Engenharia /Medicina /Direito . Fui um Engenheiro Químico por 30 anos e finalmente aos 53 anos consegui a minha carta de alforria . Agora, dirijo empresa de sonhos , como na canção Dentes Brancos do Mundo do Marcos Valle.
    Mas apesar de muito agradecido à profissão que abracei , com ela sustentei a minha família, conheci o mundo , fiz muitos amigos , percebo uma certa frustração de ter me violentado tão cedo . Nunca tive vocação para ciências exatas … Na primeira chance pedi o boné !
    O Chico Xavier me salvou dizendo um dia que se não dá pra fazer um novo começo , bora fazer um novo fim , não é mesmo ?
    Você foi responsável pela minha volta à escrita do meu livro que está vai num vai faz dois anos … e a quem sabe fazer um blog como o seu .
    Parabéns e muito obrigado !
    Tamu junto !
    Rui

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: